Notícias

Notícias

Apresentação da app

Tal como anteriormente anunciado, decorreu ontem online uma primeira sessão pública de apresentação da app "Pesca em Portugal", desenvolvida pela equipa do LIFE ÁGUEDA, no âmbito da qual foram apresentados os seus objetivos e funcionalidades.

Caso não tenha tido oportunidade de participar, desde já informamos que a sessão foi gravada, podendo ser consultada na Galeria de Vídeos desta página (menú Multimédia) ou diretamente no canal youtube da equipa do MARE/Universidade de Évora.

 

Férias em Movimento 2021

O rio Águeda foi palco de mais um conjunto de atividades de sensibilização ambiental do LIFE ÁGUEDA, no âmbito do programa "Férias em Movimento" promovido pelo Município de Águeda.

Num primeiro dia repleto de ação, os cerca de 100 participantes puderam (re)conhecer e identificar os peixes capturados durante a atividade de pesca elétrica sob orientação dos biólogos do MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente / Universidade de Évora, e aprender mais sobre a conservação dos nossos rios e a importância da continuidade fluvial para os peixes migradores.

Outras atividades seguem entretanto em curso, no âmbito da edição de 2021 do "Férias em Movimento".

Visita da Equipa de Monitorização

Dando continuidade a anteriores, realizou-se hoje mais uma visita da equipa de acompanhamento e monitorização LIFE ao projeto, no âmbito da qual a Universidade de Évora e parceiros informaram do estado atual de desenvolvimento dos vários trabalhos. À semelhança da última, e pelo facto de os trabalhos no rio Águeda ainda não se terem iniciado, esta foi uma visita em modelo virtual, esperando-se que a próxima já possa regressar ao formato normal.

Sem prejuízo do modelo virtual, foi possível à equipa apresentar trabalhos que entretanto evidenciaram desenvolvimentos bastante favoráveis – como os de restauro fluvial, por parte da Câmara Municipal de Águeda - bem como outros que em breve se concluem – áreas expositivas no Fluviário e app de apoio à monitorização.

Em linha com o que já vinha sendo identificado e com o calendário previsto para as obras no rio, foi igualmente discutido o faseamento a considerar em termos de pedido de prorrogação/extensão do prazo do projeto, de forma que o mesmo possa ainda contemplar, por um período considerável, a avaliação adequada dos seus resultados em termos de continuidade fluvial e ainda os objetivos de disseminação e mais ampla comunicação. A visita para monitorização financeira prossegue, no próximo dia 28.

LIFE ÁGUEDA na RTP - Programa Biosfera

O LIFE ÁGUEDA integra parte dos projetos documentados no episódio 24 do "Biosfera", que foi hoje emitido na RTP, sob o título "Peixes de Portugal: Um Património Inigualável". Sob a rubrica "Qual o valor dos peixes migradores em Portugal", membros da equipa da Universidade de Évora / MARE explicam de forma simples a importância dos trabalhos do projeto, em termos ambientais, económicos e sociais.

Veja aqui o episódio na íntegra (a partir do minuto 14:49 a rubrica com os nossos trabalhos).

Sensibilização e capacitação para controlo de invasoras

No âmbito da Semana do Ambiente e da Sustentabilidade do Município de Águeda, a equipa do LIFE ÁGUEDA marcou ontem presença numa ação de sensibilização seguida de uma saída de campo para combate a espécies invasoras.

Os participantes ficaram assim a conhecer - e ensaiaram - as boas práticas de controlo aplicáveis às espécies alvo do projeto, incluindo o arranque e descasque de Acacia sp.

Inscrições abertas para edição de 2021 das Férias em Movimento

As inscrições para a edição de 2021 do programa "Águeda - Férias em movimento", para as crianças e jovens residentes no concelho de Águeda com idades compreendidas entre os 6 e os 14 anos, encontram-se abertas. Também na edição deste ano, os mais novos poderão contar com várias atividades relacionadas com as intervenções do LIFE ÁGUEDA, que se integram nos objetivos de sensibilização e educação ambiental do projeto.

Os interessados terão de solicitar um código de acesso até dia 21 de Maio, que lhe permitirá proceder às inscrições nos dias 27 e 28 de Maio. Para mais informações contacte os serviços através do email aguedaferiasemmovimento@cm-agueda.pt.

Guia de Boas Práticas apresentado pela DOCAPESCA

A DOCAPESCA apresentou publicamente no passado dia 11 de Maio o Código Nacional de Boas Práticas para Embarcações de Pesca, um documento que tem como objetivo sensibilizar os armadores e respetiva tripulação para o cumprimento da legislação e para a aplicação de boas práticas a bordo das suas embarcações, constituindo-se assim como um instrumento de trabalho ao serviço do setor.

O Código agora divulgado vem assim complementar e auxiliar o cumprimento de objetivos de sustentabilidade e melhor conhecimento do normativo aplicável ao sector, em linha com aqueles que a DOCAPESCA prossegue com a sua intervenção no LIFE ÁGUEDA.

A sessão está disponível no canal de YouTube da DOCAPESCA: https://bit.ly/3fepy9a

Reabilitação Ripícola do rio Águeda prossegue a bom ritmo

Dando continuidade a outros trabalhos que os procederam, a Câmara de Águeda tem em curso desde Dezembro, nas margens dos rios Águeda e Alfusqueiro, até final do ano, um conjunto de trabalhos dirigidos à renaturalização dos habitats ribeirinhos e controlo e erradicação das espécies exóticas invasoras.

Para além da aplicação das melhores práticas de controlo para erradicação de exemplares de espécies como as mimosas - efectuada com recurso ao descasque de tronco - os trabalhos incluem a plantação de várias espécies de árvores e arbustos característicos das margens de rios e ribeiras, contribuindo para melhorar, no interface terrestre, a continuidade dos ecossistemas fluvais.

Para apoio à interpretação, foram também colocados painéis nas áreas intervencionadas.

Posto Móvel de Registo retoma atividade

O veículo-piloto de Posto Móvel de Registo retomou a sua atividade na bacia do Vouga ao longo da presente época de pesca. Este veículo resulta da uma ação piloto de diferenciação e valorização de pescado fresco proveniente de pescarias sustentáveis, no âmbito do projeto LIFE ÁGUEDA, sendo operado pelo parceiro DOCAPESCA.

Nas funções deste Posto Móvel de Registo, destaca-se:

• registo do número de indivíduos capturados e respetivo peso, na área de intervenção direta do projeto, onde não existam infraestruturas físicas da Docapesca; e,

• colocação do selo de origem “Peixe do Vouga” igualmente criado com o projeto, em associação ao CCL – Comprovativo de Compra em Lota, permitindo diferenciar o pescado capturado pelos pescadores aderentes.

Caso se desloque à região, talvez um dia destes se depare com esta inovação. Aoadquirir peixe marcado com este selo, fique com a certeza da sua origem e sustentabilidade!

Coordenação do LIFE ÁGUEDA alerta para impactos de novo açude no rio Vouga

Na sequência de informações anteriores com o mesmo sentido, proferidas junto de várias entidades nacionais e do Programa LIFE, o coordenador do LIFE ÁGUEDA, Pedro Raposo de Almeida, alertou uma vez mais para os impactos negativos da construção de um açude em Cacia, no Rio Novo do Príncipe, sem que esteja contemplada uma passagem para peixes.

A mensagem foi uma vez alvo de atenção por parte da imprensa nacional, em notícia publicada na edição de hoje do Jornal de Notícias. Nesta, o coordenador do projeto reforça que, sem se assegurar a transposição dos peixes, os trabalhos e investimentos de (re)posição da continuidade fluvial em curso poderão ser seriamente comprometidos, assim como a existência de espécies como o sável ou a lampreia (ambas espécies-alvo beneficiadas pelo projeto).

Consulte a notícia no separador "media" ou no link abaixo.

Jornal de Notícias - O açude que ameaça a lampreia e o sável em Aveiro

App Pesca em Portugal em testes finais

Ao longo de janeiro verificou-se a conclusão dos trabalhos de introdução e revisão de conteúdos finais da app Pesca em Portugal, desenvolvida pelas equipas do Fluviário de Mora-CMM e do MARE-Universidade de Évora, e que tem por objetivo o envolvimento de pescadores recreativos com a monitorização da distribuição/ocorrência de espécies migradoras e não só. Foram ainda realizados testes de campo, em contexto próximo do real, para validar funcionalidades e acessos.

Os testes realizados decorreram com bons resultados, conduzindo a pequenos ajustes de configuração de menus de interação para facilitar a consulta e introdução de informação. Em breve, ainda ao longo deste trimestre, a App deverá ser disponibilizada nas lojas de aplicações para Android e IOS, possibilitando o download livre a todos os interessados. Nessa altura, será promovido um evento público de lançamento, com informação acerca da sua utilização. Não deixem por isso de estar atentos à nossa agenda! Sigam também a página de Facebook do projeto, onde se apresentará mais informação.

Universidade de Évora lança Concurso Público para Passagens para Peixes

Na sequência dos trabalhos de desenho técnico e autorizações administrativas das soluções-piloto de restauro da continuidade fluvial previstas com o projeto, a Universidade de Évora lançou recentemente na plataforma eletrónica ACINGOV o Concurso Público para a sua construção.

Caso esteja interessado em concorrer ou conheça alguma empresa interessada, não deixe de se informar e consultar as peças de procedimento na plataforma eletrónica. O Concurso foi publicado a 20 de Janeiro no Diário da República (Anúncio de procedimento n.º 705/2021) e tem um prazo de  45 dias para apresentação de propostas.

LIFE ÁGUEDA em webinar do COOPERMINHO

O LIFE ÁGUEDA foi hoje um dos projetos apresentados e presentes no webinar do projeto COOPERMINHO - “Contribuição para a gestão e valorização de produtos da pesca do rio Minho” liderado pelo Município de Vila Nova de Cerveira.


Na apresentação, Pedro Raposo de Almeida, coordenador do LIFE ÁGUEDA, deu destaque às ações de recuperação da conetividade fluvial na bacia do Vouga, gestão e valorização comercial dos peixes migradores e barreiras e ameaças que estes encontram no seu percurso até às zonas de desova nesta bacia.

Águeda distinguida pelo CDP pelas suas políticas ambientais

Águeda foi reconhecida como uma das 88 cidades em todo o mundo a liderar ações ambientais, integrando a lista de cidades “Classe A” do Carbon Disclosure Project, organização não governamental que estimula empresas, cidades e governos a reduzir suas emissões de gases com efeito de estufa e a proteger os recursos hídricos e florestas.

Em 2020, as cidades “classe A”, que previamente reportaram os seus dados através da Plataforma Unificada de Registo CDP-ICLEI, representam uma população de quase 125 milhões de pessoas. Para obter essa classificação, uma cidade tem de registar, publicamente e à escala comunitária, um inventário de emissões de GEE (Gases com Efeitos de Estufa), definir uma meta de redução de emissões, possuir uma análise de riscos e de vulnerabilidade e publicar um plano de ação climática para a mitigação e adaptação às mudanças climáticas, demonstrando como reduzirá as emissões e perigos climáticos agora e no futuro, entre outras ações.

Águeda  foi reconhecida por desenvolver estratégias climáticas robustas, rastrear, agir para limitar e reduzir as emissões de GEE, avaliar e mitigar riscos climáticos, assim como relatar essas informações de forma transparente no seu relatório, incluindo as intervenções de reabilitação de rios e ribeiras, e de sensibilização e educação para a comunidade,  que se encontram em curso com o projeto LIFE ÁGUEDA, a par de outras previstas no Plano de Ação Climática municipal.

Para mais informação sobre as cidades "Classe A" reconhecidas pelo CDP consulte https://www.cdp.net/en/cities/cities-scores.

LIFE ÁGUEDA na Semana Nacional sobre Espécies Invasoras

No âmbito da SNEI - Semana Nacional sobre Espécies Invasoras foram realizadas pela equipa do Município de Águeda, no dia 12 de outubro, duas ações de sensibilização para o controlo de Espécies de Flora Exótica Invasora, com foco nas acácias, género que constitui um dos mais graves problemas ambientais para a conservação da natureza em Portugal. Estas espécies apresentam um ciclo de vida muito agressivo para a restante flora, prejudicando o estabelecimento de flora autóctone. A sua presença é beneficiada pela passagem do fogo e incêndios, chegando a constituir formações monoespecíficas, com o défice em biodiversidade que está associada.

Entre outros, os trabalhos envolveram um workshop dirigido a funcionários da empresa que irá executar as intervenções de controlo de espécies da flora invasora nas margens do rio Águeda, no âmbito do LIFE ÁGUEDA. Em contexto real, o workshop contou com uma forte componente prática em que os participantes colocaram em prática as técnicas de descasque e arranque, bem como a identificação de Espécies Exóticas Invasoras no local.

"Laboratório Rios" apresentado em Águeda em comemoração do Dia Nacional da Água

A Câmara Municipal de Águeda realizou, hoje ao final do dia, um workshop destinado a coordenadores de Eco-Escola e de Clubes de Ciência do concelho de Águeda, onde foi apresentado o Laboratório de Rios que está a ser construído na Ribeira da Aguieira, em Valongo do Vouga.

Um ecossistema que está em fase de intervenção e que tem por base a aplicação de soluções de base natural e de sustentabilidade local, que complementam as intervenções previstas pelo Município no âmbito do LIFE Águeda.

O desafio lançado no encontro de hoje é que as escolas se envolvam no processo de aprendizagem sobre o local e sobre as regras aplicadas na construção deste laboratório de Rios, bem como as aprendizagens associadas aos ecossistemas ribeirinhos.

O Presidente da Câmara enalteceu o papel dos professores presentes na "mobilização dos alunos para a gestão sustentável da água, a preservação e valorização das linhas de água do nosso concelho".

Estratégia Europeia para a Adaptação às Alterações Climáticas: consulta pública

A EASME, agência que gere em nome da Comissão Europeia o Programa LIFE, informa que está aberta uma consulta pública sobre a nova Estratégia Europeia para a Adaptação às Alterações Climáticas. O período para a consulta pública começou a 4 de maio de 2020 e estará aberto até 20 de agosto de 2020. Se quiser dar o seu contributo, pode aceder através do link:

https://ec.europa.eu/info/law/better-regulation/have-your-say/initiatives/12381-EU-Strategy-on-Adaptation-to-Climate-Change/public-consultation  

An@dromos.PT

Investigadores do MARE e da Universidade de Évora, que integram a equipa do LIFE ÁGUEDA, são coautores de um trabalho publicado recentemente na revista Marine Policy, no âmbito do projeto An@dromos.PT, onde se exploraram, através de inquéritos junto das comunidades piscatórias, os resultados da gestão participativa da pesca de espécies anádromas que tem vindo a ser levada a cabo no Mondego, em trabalhos que antecederam aqueles que o LIFE ÁGUEDA tem em curso na bacia do Vouga. À semelhança do processo em curso, também no Mondego pescadores, investigadores e autoridades têm colaborado desde há vários anos no sentido de avaliar em cada ano o estado das populações e o esforço de pesca, levando em cada ano à tomada de decisões conjuntas para a época de pesca que se segue.

O trabalho agora publicado, disponibilizado online a 5 de junho, analisa perceções de alteração das condições ambientais e socioeconómicas, pareceres sobre regras e utilidade das reuniões anuais, permitindo ainda comparações entre as comunidades piscatórias de diferentes zonas do estuário do Mondego.

Mais informações em:

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0308597X20300427?via%3Dihub

https://anadromos.pt/

Município de Águeda recebe Selo de Boas Práticas e é finalista de prémio de boas práticas de participação

Os trabalhos em curso da Câmara Municipal de Águeda com as atividades da iniciativa  “LIFE ÁGUEDA – Um rio de todos” foram os  segundos mais pontuados na V edição do Prémio de Boas Práticas, sendo um dos cinco finalistas, juntamente com iniciativas de Lisboa, Lagoa-Açores, Funchal e Cascais.

Resultante da avaliação de um júri constituído pela Secretaria de Estado da Inovação e da Modernização Administrativa - Agência para a Modernização Administrativa, bem como pela Associação Oficina, pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e pelo Observatório Internacional de Democracia Participativa, esta distinção permite, desde já, a atribuição à Câmara de Águeda do Selo de Boas Práticas e a passagem à fase seguinte, a final, que contará com a votação do público. Foram apurados para a final, com Águeda, os seguintes projetos: Orçamento Participativo de Lisboa; Orçamento Participativo Jovem de Lagoa-Açores; Assembleia Municipal Jovem do Funchal; e Voz dos Jovens de Cascais.

Mais informação no site da Câmara Municipal de Águeda.

 

Posto Móvel de Registo em Atividade

O Posto Móvel de Registo gerido pela DOCAPESCA, baseado num protótipo criado com apoio do projeto, esteve já em atividade ao longo da época de pesca de 2020. Foram marcados vários exemplares de pescado, que seguiram para mercado com o selo de origem LIFE ÁGUEDA. Caso tenha "contactado" com alguns desses exemplares, diga-nos o que achou!

Primeiro painel informativo colocado junto ao Rio Águeda

Dando continuidade aos trabalhos de comunicação e disseminação previstos e em curso, a Câmara Municipal de Águeda e Universidade de Évora concluiram recentemente a colocação do primeiro painel informativo sobre o projeto.

O painel em causa, que dá a conhecer o enquadramento geral do projeto, foi colocado em zona de elevada visibilidade, junto às antigas instalações do Instituto da Vinha e do Vinho, em Águeda. Será em breve acompanhado de outros painéis temáticos, a instalar ao longo do percurso interpretativo que a Câmara Municipal de Águeda se encontra a reabilitar, que percorre parte das margens do território de intervenção do projeto.

"Férias em Movimento" com atividades LIFE ÁGUEDA na sua segunda edição

As crianças e jovens da região de Águeda participaram em mais uma edição da ação “Vamos Pescar à Moda dos Cientistas”, que decorreu nos dias 28 de junho e 5 de julho no Parque Fluvial da Redonda, inserida no programa de "Férias em Movimento".

A Câmara Municipal de Águeda, com o apoio do MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente/Universidade de Évora, promoveu assim, uma vez mais, a sensibilização de jovens para a importância da continuidade fluvial para os peixes migradores, no âmbito do projeto LIFE ÁGUEDA. Entre outros, os jovens participantes tiveram oportunidade de conhecer a diversidade de espécies no rio Águeda, observar as técnicas usadas para a sua monitorização, e falar sobre as soluções disponíveis para uma gestão sustentável dos nossos rios.

Equipa LIFE ÁGUEDA visita LIFE Unlocking the Severn (LIFE 15 NAT/UK/000219)

A equipa do LIFE ÁGUEDA iniciou nesta segunda feira uma visita de trabalho de alguns dias ao projeto LIFE Unlocking the Severn LIFE (LIFE 15 NAT/UK/000219), que irá recuperar cerca de 253 km de habitat, para voltar a permitir a chegada das savelhas (Alosa fallax) aos locais de reprodução.

Os primeiros dias de trabalho envolveram visitas aos açudes de Upper Lode (Gloucester) e Maisemore (Tewksbury) - onde foi possível assistir à marcação de savelhas durante a sua migração para montante -, a discussão de projetos das passagens para peixes a construir nos rios Severn e Teme, e a partilha de experiências sobre as condicionantes envolvidas.

A ocasião foi ainda proveitada para uma animada troca de ideias sobre a galeria de visualização que será incluída numa das passagens, e sobre como envolver o público nestas ações.

No Severn, como no Vouga e no Águeda, o objetivo é devolver o rio aos peixes migradores, para que todos possam usufruir destes recursos!

Maquetes de Passagens para Peixes em conclusão

Numa colaboração e trabalho conjunto das equipas da AQUALOGUS, Universidade de Évora / MARE e Fluviário de Mora, encontram-se em produção um conjunto de maquetes tridimensionais de dois tipos de passagens para peixes, nomeadamente uma passagem naturalizada e uma passagem por bacias sucessivas.

Tal como previsto em candidatura, estes materiais destinam-se a integrar um módulo expositivo que o Fluviário de Mora passará a dispor para apresentações ao público e divulgação mais abrangente dos objetivos, desenvolvimentos e resultados do projeto junto dos visitantes daquele equipamento.

LIFE ÁGUEDA e Selo de Origem em Destaque na edição de 2019 do "Peixe em Lisboa"

A equipa do LIFE ÁGUEDA esteve hoje presente em mais uma edição do "Peixe em Lisboa".

Para além do destaque ao pescado marcado com o Selo de Origem criado com o projeto, não faltaram as deliciosas receitas de sável e lampreia, pelas mãos do Chef Luís Machado, num showcooking promovido pelo parceiro DOCAPESCA.

 

Selo de origem para valorização da pesca sustentável já está no mercado

Com a época de pesca de lampreia e sável a decorrer, o projeto LIFE ÁGUEDA - Ações de conservação e gestão para peixes migradores na bacia hidrográfica do Vouga (LIFE16 ENV/PT/000411) avançou com mais uma ação concreta que visa apoiar a gestão sustentável da pesca de peixes migradores na bacia hidrográfica do Vouga, nomeadamente a lampreia-marinha e o sável.

A Universidade de Évora e a DOCAPESCA realizaram esta semana as primeiras marcações com a etiqueta desenvolvida para atestar a origem do pescado desta região e a sua proveniência com base num modelo de pesca sustentável. Este “Selo de Origem” apresenta a indicação “Peixe do Vouga”, com a identificação do projeto LIFE Águeda e o Certificado de Compra em Lota (CCL).

"Rio vai à Escola" inicia-se

No passado dia 18 de Fevereiro as equipas do Fluviário de Mora e Município de Águeda promoveram as primeiras sessões do programa “O rio vai à escola“, com escolas do concelho de Águeda. Este programa é uma iniciativa enquadrada no LIFE AGUEDA que visa alertar para a problemática da preservação dos recursos hídricos e divulgar as ações desenvolvidas no projeto. Irá desenvolver-se no decorrer do projeto, e destina-se a escolas da região da CIRA - Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro.

Estas primeiras sessões envolveram cerca de 84 crianças e jovens, incluindo duas turmas do 5.º ano do Agrupamento de Escolas de Valongo do Vouga e duas turmas do 8.º ano da Escola Secundária Marques de Castilho. Incluíram um conjunto de atividades relacionadas com a temática do rio e habitats ribeirinhos, que conseguiram despertar a curiosidade, trazer novos conhecimentos e desafios junto dos participantes.

Fluviário de Mora desloca-se ao Redondo

A equipa do Fluviário de Mora esteve hoje com escolas do município do Redondo a dar a conhecer um pouco do projecto LIFE ÁGUEDA. Os alunos do Redondo acolheram-nos com muito interesse, ficando a saber um pouco mais sobre as espécies abrangidas, problemas de conservação que as ameaçam e como as conservar.

1ª Reunião da Comissão de Acompanhamento

No passado dia 7 de Dezembro decorreu nas instalações da Câmara Municipal de Águeda a primeira reunião da Comissão de Acompanhamento do projeto. Com uma afluência superior à inicialmente esperada, e integrando representantes de entidades públicas, privadas e associativas, a reunião permitiu apresentar os desenvolvimentos e resultados já alcançados, bem como aqueles que se perspetivam para o ano de 2019.

O espaço de discussão, com uma participação bastante alargada e interessada, permitiu aferir a existência de um consenso generalizado em torno dos objetivos do projeto, bem como identificar novas perspetivas de colaboração e alavancagem dos seus trabalhos.

WFMD 2018

Entre as atividades que assinalaram este ano, um pouco por todo o mundo, o Dia Mundial dos Peixes Migradores, foi organizada uma visita à passagem para peixes do Açude da Formoselha no dia 21 de abril, no âmbito do projeto “LIFE Águeda – Ações de conservação e gestão para peixes migradores na bacia hidrográfica do Vouga” (LIFE16 ENV/PT/000411), que foi acompanhada por investigadores da Universidade de Évora / MARE. A passagem para peixes do Açude da Formoselha foi construída em 2015 no rio Mondego, no âmbito do projeto “Reabilitação dos habitats de peixes diádromos na bacia hidrográfica do Mondego”, sendo uma das quatro passagens para peixes naturalizadas construídas nesta bacia para restabelecer a conectividade fluvial e permitir os movimentos migratórios dos peixes que nela ocorrem.

https://www.worldfishmigrationday.com/events/1575/guided-visit-to-a-nature-like-fish-pass-in-the-framework-of-the-world-fish-migration-day